Hug

Postado por L'amore in Parole 0 apaixonados

Há uma luz que jamais se apagará

Postado por L'amore in Parole 2 apaixonados


          O tic-tac, tic-tac, tic-tac do relógio ao lado da cama me atormenta e não me deixa dormir transparecendo que o tempo corre e não espera por ninguém. Os ponteiros do relógio badalaram acenando três horas da madrugada e eu ainda me encontrara sentada na beira da cama. Hoje, completa cinco invernos desde quando você se foi. Porém, eu não esqueci. Não me esqueci de você. Não me esqueci do dia em que de forma inesperada convocaram-o para cuidar de mim lá do alto. Ainda o sinto como se estivesse aqui. Ao meu lado. Me abraçando e dizendo palavras doces em meu ouvido. Sinto o teu cheiro em meu corpo, no nosso quarto, na casa inteira. Respiro o seu ar. Sinto meu coração pulsar acelerado às 20horas esperando você chegar  do novo emprego. O emprego que tanto ansiava. O emprego dos seus sonhos. E você se foi. O jardim que cuidava com tanto carinho e amor morreu quando você virou um anjo, apenas uma única rosa branca continua viva, intacta e florida, como forma viva de nosso amor e eu me sinto na obrigação de cuidar dela todos os santos dias acreditando que tudo não passara de um pesadelo e você entrará por aquela porta clamando meu nome e eu correrei ao seu encontro, pularei em seus braços e nos beijaremos. Sonho com você todos os dias, você é um anjo que olha e cuida de mim de um lugar muito alto e mágico. Você sorri e para mim e me diz para não ter medo. Você continua lindo. Mesmo que os invernos se transformem em primaveras e mesmo que os dias se transformem em meses e meses se transformem em anos eu jamais lhe esquecerei. Você zelará por mim de onde estiver. Antes de dormir olhará dentro de meus olhos e se verá, pois em verdade em verdade você mora em mim. Meu coração pulsa por ti. Tomarei café da manhã ao seu lado e continuarei fazendo aquela torta salgada que tanto gostava. Dormirei no seu abraço. Você me reconfortará. Aos sábados continuarei jantando no nosso restaurante preferido o qual me pedistes em casamento e ouvirei a nossa música. A nossa música que nunca morrerá. Me arrumarei só para você. A aliança de nosso amor continua viva em minha mão esquerda e sei que na sua também. Você continuará me inspirando a escrever. Escrever textos sobre você, sobre nós, sobre o nosso amor. Você nunca morrerá em mim assim como eu sei que nunca morrerei em você. Porque mesmo que as pessoas se tornem anjos e vão cuidar de nós lá do céu, no fundo elas continuam vivas, nos aquecendo todos os dias e nos impulsionando a viver, elas vivem dentro de nossos corações e enquanto o meu coração estiver pulsando por ti, eu sei que você continua vivo em mim. Há uma luz que jamais se apagará e essa luz tem o seu nome.

Palavras

Postado por L'amore in Parole 0 apaixonados




          Palavras alegres. Palavras tristes. Palavras verdadeiras. Palavras omitidas. Palavras que nos levam ao mundo da fantasia. Palavras que nos trazem à realidade. Palavras que nos livram da chatice e da mesmice. Palavras amorosas. Palavras caretas. Palavras maliciosas. Palavras que nos incitam a sonhos. Palavras que nos desapontam. Palavras que se transformam. Palavras que nos transforma. Palavras inspiradoras. Palavras censuradas. Palavras suspiradas. Palavras relembradas. Palavras celebradas. Palavras... 

Reflexões de Tarde e Meia

Postado por L'amore in Parole 3 apaixonados


          AHH! O ar, o sol, o vento, o tempo, a luz e o farol, a casa e a cidade, o cheiro e o sabor, a nocividade e a noção da idade... Quanto tempo eu ainda perpetuarei até o dado momento em que possa finalmente compreender, fielmente, e pôr em mim a noção de que as pessoas são iguais somente pelo fato de residirem no mesmo planeta?
         Como é triste ter um ídolo pouco conhecido pelos demais, uma pessoa comum, com quem já tive estreito contato, e vê-lo passar por perto e sequer me reconhecer cumprimentando-me friamente, o que não acontece. Como é triste possuir elevada admiração e estima por uma pessoa muitas vezes importante, e esta pouco se esforça em lembrar meu nome, o que não acontece. Como é triste não ser lembrado quando não se pode estar presente para refrescar a memória de alguém, o que não acontece.
       Como é triste dedicar grandes atenções e simplesmente querê-la de volta, ao menos na mesma intensidade, o que não acontece. Como é árduo ver que tudo isso não acontece e muito dificilmente um dia acontecerá, como o poeta já disse: “não podemos exigir que as pessoas sintam saudade de nós”, mas ele esqueceu de dizer que também não podemos exigir de nós mesmos que não sintamos necessidade de sermos amados, desejados, ele esqueceu de dizer que jamais podemos exigir de nós que sejamos falsos ao nosso amor, pois isto seria ser falso comigo mesmo. Entretanto, quem sou eu para exigir de alguém que seja igual a mim? Não, eu não posso fazer isso. Só porque eu lembro o nome das pessoas, admiro-as no meu silêncio e tenho atenção a elas, não me dá o direito de exigir que façam o mesmo!
         Mas se ao menos houvesse uma tênue reciprocidade, muito mais me agradaria receber atenção de quem eu concedo a receber tratamentos solenes, falsas cortesias... Enquanto tudo permanece igual e todos diferentes, seguirei meus pensamentos, tratarei o próximo da mesma forma que gostaria de ser tratado.


Sem título

Postado por L'amore in Parole 13 apaixonados





          "Pode me abraçar agora", dizia constantemente e com um tom de voz cada vez mais alto na expectativa de ela o ver andando em sua direção ao longo da praia, de poder toca-lo, sentir seu cheiro e ouvir sua doce voz enquanto preenchia o imenso vazio que sentia. Insistente, clamava por seu nome e pelo seu abraço. Tentava fazer contato com ele de todas as formas e maneiras. Como válvula de escape jogou para fora seus sentimentos através das lágrimas. Seus choros eram de desabafo. Sentada na beira do mar, apreciou o formoso pôr-do-sol aos prantos. Tinha apenas em seu alcance um bloco de notas velho e amarelado, um lápis e todos os sentimentos jogados para fora através da água proveniente de seu corpo. O silêncio que fazia no local era ensurdecedor. A calmaria das ondas do mar no seu vai e vem eram inquietantes. O cansaço emocional dominava seu corpo. Pegou o velho bloco de notas e entrelaçou o lápis em seus dedos e começou a escrever. Ela tinha necessidade de ocupar esse quadro amarelado que chegava a atravessar-lhe. Não sabia o que escrever, sobre o que descrever e quais palavras usar, apenas queria escrever, mesmo que os textos escritos não fossem importantes. Tentava organizar a confusão pela qual estava passando. Escreveu uma, duas, três, quatro palavras. Escreveu diversos textos. Deu forma e vida a cada sensação, descreveu cada reação, confiou naquela pequena folha amarelada seus sentimentos.

Carta I

Postado por L'amore in Parole 7 apaixonados
           
Guardian Angel,


          Você tem cuidado tanto de mim nesses um ano e onze meses; parece que foi ontem que tudo começou, o primeiro olhar, o primeiro abraço, o primeiro beijo... Ah, meu querido, você tem o poder de iluminar todo o ambiente com sua luz. A partir do momento que tive o conhecimento de sua existência em minha vida, minha visão sobre o mundo mudara e você com simplicidade, paciência e persistência quebrara toda a parede de concreto, intacta e até então indestrutível que, em seu interior, guardava meu coração. Por ti hoje ele pulsa. Ao fazer flashback de tudo o que vivemos sinto, sem conseguir controlar, lágrimas percorrendo os minuciosos labirintos de minha face, as quais ao final do percurso, deparam-se com o insensível e frio chão. Sei que ultimamente não estou sendo uma boa menina e que muito ando lhe magoando, mas talvez seja assim que as coisas devam acontecer para o bom funcionamento de nossa relação, pois se não tivermos divergências é sinal de que estamos afastados o suficiente para um não surtir efeito no outro. Você tem todo o seu jeito delicado, carinhoso e cuidadoso quando o assunto refere-se a mim. Pode ser que eu não demonstre, mas sou eternamente grata a você por ter aberto meus olhos para enxergar o mundo de outra forma e por ter entrado em minha vida. É tão mágica nossa relação. Somos interligados, não se esqueça nunca disso. Pode parecer exagero, mas se hoje fosse descrever essa relação eu não saberia,  pode ser paranóia minha, entretanto lhe pergunto: como é que se descreve o indescritível? Como faço para desenhar linhas invisíveis, pontes indestrutíveis que interligam nossas vidas numa esfera inquebrável de companheirismo na qual estamos nós protegidos pelas asas um do outro? Se fosse para lhe chamar por um nome carinhoso e que demonstrasse o que é sua existência para mim eu diria "anjo". Sim, você é um anjo, e é um anjo que não precisa de asas para me levar contigo num voo sob as estrelas. Sabe porque você entrou na minha vida? Sabe porque você precisa de mim? Sabe porque é tão inexplicável o que você sente? Como podemos sentir tanto e quando vamos descrever as palavras somem? Eu poderia escrever aqui um bilhão de palavras na tentativa de definir meu amor por você, porém nunca, exatamente NUNCA acharei uma palavra se quer que defina o que sinto quando estou ao seu lado, não conseguiria definir a sensação de sentir a pulsação de meu coração clamando por teu nome, pois sensações e momentos como estes são construídos para serem sentidos e guardados eternamente em nossas lembranças.


Carinhosamente, 

Sua protegida.

O amor no amor

Postado por L'amore in Parole 34 apaixonados

          Estávamos mais eufóricos do que o comum. Nossos pensamentos se encontravam inter-relacionados e nossas mãos entrelaçadas. Colados estavam nossos corpos em um abraço, do qual pude ouvir as aceleradas batidas de seu coração e sua respiração ofegante. Nos beijávamos e nos abraçávamos em uma delicada e suave sintonia. Desejávamos que tal momento parasse no tempo e se eternizasse. Queríamos mais. Muito mais. Queríamos consagrar o momento e torna-lo inesquecível. Nossos beijos pouco a pouco tornaram-se mais intensos e quentes. Nossos corpos ansiavam de desejo pelo outro. Maliciosamente rimos. E tal riso confirmou o desejo de ambos. Intimamente diríamos "consumar o ato". E dessa forma aconteceu. Estávamos nus com nossos corpos entrelaçados. Brindávamos a deliciosa e embriagante descoberta. Esfregávamos nossos corpos um ao outro. Era tudo tão prazeroso e novo. Talvez quiséssemos conjugar os verbos no infinitivo: amar, desejar, ansiar, gritar, embriagar, descobrir... Nos descobrir em novos mundos dos quais agora estávamos, nos embriagar e deliciar na nova descoberta, gritar para que apenas nossos corações inquietantes e silenciosos ouvissem, ansiar novamente pelo amor.  

Sa-u-da-de

Postado por L'amore in Parole 8 apaixonados


          A saudade é demais, a vontade de estar com você é imensa... As horas parecem não passar na tua ausência. Porém, até mesmo na tua ausência descubro o quanto é bom te amar, e estar na tua vida, como está na minha afinal toda a felicidade que sinto hoje, devo a você. Dizem que o amor deixa a gente mais completo, mas eu sou metade, só metade, sem você por perto!

Realidade

Postado por L'amore in Parole 13 apaixonados
            Hoje, depois de tantos anos, abri os olhos e notei que não gosto da forma como vivemos. Dói na alma saber que existem guerras, fome, pobreza, doenças, morte. Esvazia meu coração saber que esquecemos de onde viemos; que estamos matando uns aos outros, mesmo sendo irmãos; que uns têm demais e outros não têm nada; que uns dariam tudo por um minuto a mais de vida e outros se suicidam; que uns se queixam de coisas estúpidas enquanto outros estão quase morrendo, mas com um sorriso. Hoje o mundo me fez pensar por que atualmente contam mais as cirurgias estéticas; por que a socidedade nos impõe estereótipos do que asseguram ser "a beleza"; nos vendem revistas, massagens, cortes de cabelo e sala de cirurgia; porque de repende decidimos mudar tudo. É muito triste como o ser humano se deixa levar pelas coisas físicas, pelas aparências, pelo superficial, e deixa de lado o mais importante. E sabe o que me perguntei hoje? Por que não há comprimido, nem cremes, nem massagens para ser uma pessoa melhor, para saber perdoar? Porque não existe uma lipoaspiração para tirar o rancor, o orgulho e a dor que existe no mundo todo? Por que não existe um implante de consciência, de compaixão, de perdão? Por que não existe uma cirurgia para trocar tanta infidelidade, tanta libertinagem, tanta confusão, por amor? Realmente a tristeza me invadiu ao abrir os olhos e ver em que se transformou nosso mundo. É tão fácil julgar e tão difícil reconhecer nossos erros! É tão fácil criticar e falar dos outros e tão difícil aceitar e amar a nós mesmos. Isso é triste, mas afinal temos de lutar por nossos sonhos sem ligar para o que digam de nós. Eu sei que você tem uma missão e uma vida diferente da minha; eu sei que você, como eu, quer amor, paz, quer preencher esse vazio que às vezes faz com que deixemos de lutar; sei que você quer que o mundo volte a ter sentido!

Maria Isabel

A pureza de um toque

Postado por L'amore in Parole 6 apaixonados

          Tarde de sexta-feira. Combinamos de ir ao parque perto de casa. É um local hamônico, aconchegante e inspirador. Procuramos um lugar para nos acomodar debaixo de uma sombra e, sob aquela simpática sombra, deitamos. Repousei minha cabeça em sua barriga e suas mãos acariciavam meu cabelo. Brincamos de adivinhar desenhos nas nuvens. Ah, as nuvens... Estavam irradiantes como sempre. O Sol parecia nos cumprimentar; e o vento veio para nos refrescar e dizer que a chuva de verão estava por vir. Ficamos um bom tempo conversando, rindo, brincando e relembrando momentos. O tempo era propicio para tudo isso e mais pouco. Essa tarde parecia mágica. Repentinamente, gotas de água vindas do céu começam a cair fortemente atingindo-nos. Ventaval... Chuva... Pessoas correndo para locais com cobertura... Arvores e plantas dançando, como se estivessem em uma delicada e silenciosa sintonia com o vento... Pássaros voando... Um beijo. Um beijo verdadeiro e sincero sob uma chuva de verão. Ela veio para finalizar a maravilhosa tarde que tivemos e deixar marcas de que não foi um mero sonho ou uma imaginação. Logo o Sol tomou seu lugar de novo e as nuvens, aos poucos, iam se organizando. O vento ajudou-nos a secar. Nessa tarde eu havia chegado ao ápice de minha felicidade.
 

L'amore in Parole Copyright © 2011 Design by Ipietoon Blogger Template | web hosting